Home Europa Roteiro de 1 dia em Milão | Itália

Roteiro de 1 dia em Milão | Itália

by Jú Miyoshi | @movie.places

Este será um roteiro no estilo Missão Impossível, porque além do tempo super corrido, fizemos a viagem em família. Leve em consideração que Milão definitivamente não é a primeira opção quando pensamos em viagem com criança, mesmo assim decidimos que é já era hora de conhecer esta belíssima cidade italiana. Vamos começar com 3 dicas para facilitar seu roteiro de 1 dia em Milão.

Dicas

✔️ Dica número 1 – Defina seu objetivo

Sejamos sinceros, conhecer um centro turístico como Milão em 1 dia é impossível, mas que dar para ser feito é escolher os principais pontos, aqueles que você faz questão de visitar e começar a traçar o roteiro.

Se você é fashionista com certeza tem que conhecer o quadrilátero da moda. Se ama artes, deverá programar suas viagem com no mínimo 3 meses de antecedência, pois é quando são disponibilizados para venda os ingressos, que diga-se de passagem acabam bem rápido.

Se está viajando com crianças, pessoas mais velhas ou com dificuldade de locomoção, opte por parques e atrações em locais abertos ou que exijam menos esforços. Evite o stress e aproveite seu roteiro de um dia em Milão!

✔️ Dica número 2 – Escolha uma boa localização

Tenha em mente que ao montarmos um roteiro enxuto, uma boa localização fará toda a diferença, então, dedique-se a esta tarefa, pois ela pode interferir diretamente no seu tempo, eliminando ou acrescentando um local no seu roteiro. Nós ficamos hospedados no iH Hotels Milano Ambasciatori que fica praticamente na mesma quadra do Duomo.

✔️ Dica número 3 – Estude!

Estude sobre os locais que quer visitar e otimize sua viagem. Faça esse simples dever de casa e evite ficar procurando informações de última hora na internet. Além de poupar seu precioso tempo, você se sentirá muito bem ao chegar nos locais já sabendo sobre sua história.

Roteiro de 1 um dia em Milão

Primeiras horas

Nós viajamos em março para a Itália e chegamos de avião em Milão, a nossa intenção assim como de muitos turistas, era de usar a cidade como ponto de partida para Verona (ver post) e para a belíssima Toscana. Como chegamos já no finzinho da tarde, optamos por chegar no hotel e partir para conhecer a principal atração da cidade, o Duomo!

Se o seu roteiro é apertado aproveite para passear a noite por Milão.
Duomo – Se estiver hospedado próximo a principal atração da cidade, já aproveite para visitar a famosa catedral.

Duomo

O terraço

Considerada uma das catedrais mais bonitas da Europa, a Duomo de Milão com certeza é um dos pontos turísticos que não pode ficar de fora do seu roteiro de 1 dia em Milão. Nós começamos o nosso dia por ela justamente para evitarmos filas, porém há opção de você comprar um bilhete que possibilita passar na frente, que é ideal para quem quer conhecer o terraço. Como o roteiro de 1 dia em Milão é super apertado, recomendados que pegue o elevador e evite os 201 degraus.

Além da vista espetacular do terraço do Duomo, os detalhes das esculturas são impressionantes.
Terraço do Duomo (Milão) – Além da vista espetacular, os detalhes das esculturas são impressionantes.
A vista do Duomo de Milão é espetacular!
Milão – vista de cima a cidade é ainda mais bonita!


Valores de entrada para o Terraço
Elevador: 13€ (adultos) e 7€ (crianças de 6-12 anos).
Escada: 8€ (adultos) e 4€ (crianças de 6-12 anos).

A Catedral

Duomo vem do latim, onde domus significa casa, entretanto, no contexto religioso passou a ser a interpretada como a casa de Deus. Nós já tivemos a oportunidade de conhecer algumas catedrais europeias, e consideramos esta realmente muito especial. Assim como a do Mont Saint Michel e a de Estrasburgo ela nos impressiona por sua grandiosidade e riqueza de detalhes.

Construída toda em mármore, esta magnífica obra teve início em 1386, durando por cerca de 400 anos. Possui uma marmoraria própria, o que a torna ainda mais singular.

O iH Hotels Milano Ambasciatori fica super perto do Duomo!


Valores de entrada para a Catedral
Adultos: 2€.
Menores de 6 anos: entrada gratuita.

GALERIA VITORIO EMANUELLE

Há alguns passos da catedral está o shopping center mais antigo do mundo. O edifício histórico começou a ser construído em 1865 e ainda preserva as características originais, como os mosaicos no chão. Infelizmente sua imponente cúpula de vidro foi atingida por bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial e teve que ser totalmente restaurada.

Na galeria você encontra além de cafés e restaurantes, algumas das grifes mais importantes do mundo, como Prada e Versace, todas escritas no mesmo padrão: letras douradas com o fundo preto.
O local conta ainda com um hotel 5 estrelas, o TowHouse Galleria.

A primeira loja da Prada fica na Galeria Vitorio Emanuelle.
Prada – a primeira loja da marca fica na Galeria Vitorio Emanuelle.



Obviamente não compramos nada, mas nos contentamos em saborear um delicioso gelato enquanto realizávamos a simpatia de esfregar o calcanhar direito três vezes nos testículos do touro, dizem que dá sorte.

Dizem que trás sorte rodar três vezes o calcanhar direito sob os testículos do touro que fica na galeria Vitorio Emanuelle.
Simpatia – diz a lenda que trás sorte rodar três vezes o calcanhar direito sob os testículos do touro.

TEATRO SCALA

Bem pertinho da galeria está o teatro lírico mais famoso do mundo.
O teatro Scala já recebeu compositores como Verdi, Toscanini, tenores e sopranos como Maria Callas, Luciano Pavarotti, Placido Domingos, Montserrat Caballé e José Carreras.

Entramos para conhecer seu interior e ficamos com vontade de assistir a uma ópera, mas com o nosso filho ficaria inviável

O Teatro Scala é o teatro lírico mais famoso do mundo e fica em Milão.
Teatro Scala – definitivamente ópera e criança pequena não combinam, terá que ficar para uma próxima vez…
Teatro Scala - Pintura de Angelo Inganni, 1852.
Teatro Scala – Pintura de Angelo Inganni, 1852.

Funcionamento: Das 09:00 as 17:30 horas (última entrada às 17:00 horas);
Entrada: 9€

CASTELO SFORZESCO

A princípio ficamos temerosos em incluir este castelo em nosso roteiro, mas como ele fica cerca de 10 minutos da Duomo e a 500 metros do Parque Sempione, no qual queríamos muito conhecer, decidimos inclui-lo e essa foi uma ótima escolha.

Castelo Sforzesco – o espaço conta com exposições e museus.

 
PARQUE SEMPIONE

Sempre que viajamos com o Theo tentamos encaixar parques e jardins para que ele também possa se divertir, afinal, chega uma hora que a criança fica entediada dos programas de adulto. Pensando em nosso filho, o Parque Sempione foi um dos primeiros locais que decidimos que visitaríamos. Ficamos encantados com as fotos e avaliações, nós também queríamos conhecer o Arco della Pace, construído para comemorar as vitórias de Napoleão.

O Parque Sempione é um excelente passeio para quem vai para Milão com crianças.
Parque Sempione – Theozinho estava mesmo animado era com um parquinho de diversões entre o Castelo Sforzesco e o Parque Sempione.
Entre o Castelo Sforzesco e o Parque Sempione tem um parquinho de diversões em Milão.
Parquinho de diversões em Milão – diversão garantida para as crianças!

Na Idade Média o parque era o bosque particular da família Visconti. O parque foi reformado e se tornou público com a restruturação do castelo no século 19.

BAIRRO NAVIGLI

Esse foi um dos bairros que queríamos ter conhecido, mas como ficou tarde, tivemos que retirá-lo do nosso roteiro, mesmo assim, decidimos manter as informações que pesquisamos sobre ele neste post, vai que você consegue encaixá-lo em seu roteiro ; )

Em italiano naviglio é o termo para canal, que no plural se torna Navigli.
O lugar foi batizado com o nome do sistema de canais artificiais navegáveis que foram construídos para a cidade ter acesso a dois importantes rios da região, o Adda e Ticinese.  Inicialmente o sistema consistia em 5 canais, sendo os principais o Navigli Grande construído no século XII e o Navigli Pavese no século XIV.


Navigli Grande – Foto de 1910.

Com o declínio do sistema de transporte por via fluvial na segunda metade do século XVIII devido ao tempo de deslocamento e a concorrência com outros meios de transporte, três dos canais foram cobertos, entretendo, Navigli Grande permaneceu com carregamentos comerciais até a década de 1960 onde foi finalmente encerrada suas atividades. Hoje ambos os canais servem para irrigação e como belo pano de fundo para o bairro boêmio.

Curiosidades

Dois fatos interessantes sobre estes canais me chamaram a atenção, o primeiro é que as rotas não eram usadas apenas para fins comerciais, mas também para o transporte de mármore usado para construir a Duomo.
E segundo, os canais Navigli estão fortemente ligados a um dos maiores gênios de todos os tempos: Leonardo da Vinci.

Leonardo chegou a Milão em 1482 e mais tarde foi recrutado por Ludovico Sforza que deu a ele a tarefa de pesquisar um sistema que pudesse possibilitar a navegação entre o  Lago Como e Milão. Ele projetou um sistema de diques que visava tornar a distância navegável resolvendo o problema das diferenças de altitude entre os dois locais. Alguns dos esboços deste projeto podem ser vistos no  Museu Navigli.

Esboço de Leonardo Da Vinci – Sistema Porta-fechadura.
Mecanismo que permitiu um influxo de água suficiente para equilibrar a pressão para o dois lados da porta principal.

Milão, Biblioteca Ambrosiana.

Onde comer em Milão

Um título melhor seria onde não comer em Milão, porque em se tratar de gastronomia a cidade tem inúmeras opções maravilhosas, porém em um roteiro totalmente enxuto não tem como fugir de fast foods, mas calma, porque dá para comer uma comida de rua gostosa e tipicamente italiana, estou falando do famoso Pazerotti di Luini, um espécie de salgado (também há poção doce), com diversos tipos de recheios que você pode escolher enquanto está na fila (o lugar está sempre cheio).

 Pazerotti di Luini é uma parada obrigatória em Milão para um lanchinho rápido, gostoso e barato!
Pazerotti di Luini – parada obrigatória para um lanchinho rápido, gostoso e barato!

Ainda na Via Santa Radegonga, evite o Mc Donald’s e sente-se no restaurante à sua frente, o Di Genaro, aproveite para saborear seus deliciosos pratos. Foi nele que comi um dos melhores risotos da minha vida!
Os pratos são super bem servidos e os preços variam de 10 a 15 euros.

Restaurante Di Genaro – Roberto pediu uma lasanha e conseguiu esperar para tirar uma foto, já eu não posso dizer o mesmo quanto ao meu risoto…rs

Espero que tenhamos ajudado a otimizar seu roteiro de 1 dia em Milão, confira nosso vídeo nesta cidade incrível que com certeza merece mais dias dedicados a ela numa próxima visita ; )

Quer saber um pouco mais sobre a gente? 
Nos acompanhe nas redes sociais: @movie.places (Instagram)facebook/movieplacesoficial; youtube.com/movieplaces

You may also like

Leave a Comment