Seja um colaborador Movie Places

Movie & Book Reviews

Filmes e séries sobre intolerância e preconceito

21 de janeiro de 2021
Bem-Vindo A Marly-Gomont

A vacina contra o coronavírus chegou, mas estamos longe de podermos respirar aliviados, afinal, a pandemia não expôs apenas as nossas fragilidades quanto à saúde, mas também o que há de pior no ser humano. Nesses meses onde aqueles que puderam, ficaram em casa, observamos uma crescente onda de intolerância, preconceito e informações falsas, fomentados principalmente por governos reacionários e negacionistas. As consequências destes tipos de discurso podem ser trágicas, por isso devemos nos manter sempre conscientes. Para ajudar nessa tarefa, resolvi fazer essa seleção de Filmes e séries sobre intolerância e preconceito, principalmente porque são todos, infelizmente, baseados em fatos reais.

22 de Julho

Paul Greengrass, 2018

22 de julho é um filme que retrata o atentado ocorrido na Noruega nesta data no ano de 2011, onde o asssassino de extrema-direira, Anders Behring Breivik, matou 77 pessoas, sendo a maioria crianças e adolescentes no acampamento da ala jovem do Partido Trabalhista na ilha de Utoya. A motivação do extremista teria sido impedir que estes jovens pudessem ascender a posições de liderança do partido, assim, seria interrompida a política de esvaziamento dos valores cristãos ou europeus por meio da igualdade de direitos dada a outras culturas e religiões, especialmente ao islã.

Breivik foi condenado a 21 anos de prisão pelos assassinatos, no entanto, as leis norueguesas permitem que o prazo de detenção seja estendido indefinidamente quando os condenados são considerados de alta periculosidade. O massacre foi considerado a pior tragédia vivida pela país desde do fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Filme 22 de julho
22 de Julho – Disponível na Netflix

A Onda

Denis Gansel, 2009

Este filme Alemão exemplifica muito bem as consequências de uma cultura intolerante, mas antes ele nos alerta sobre os sinais que os indivíduos apresentam quando estão totalmente submersos nela.
Um professor propõe um experimento: os alunos devem simular um regime totalitário. Os estudantes logo começam a propagar a ideia, coagindo e perseguindo colegas que não participam. Quando a situação foge do controle e ele decide parar, percebe que pode ser tarde demais. Tudo isso ocorre dentro do ambiente escolar, mas com desdobramentos que vão muito além da atividade didática.

A Onda
A Onda – Disponível no Youtube

Olhos que condenam

Ava DuVerney, 2019

Em 2019 chegou a Netflix a minissérie Olhos que condenam, no qual a diretora Ava DuVerney emocionou milhões de espectadores ao redor do mundo ao recontar a história do famoso caso dos Cinco do Central Park – cinco adolescentes negros do Harlem condenados por um estupro que não cometeram. A minissérie é dividida em quatro capítulos que reconstitui a trajetória de Antron McCray, Kevin Richardson, Yusef Salaam, Raymond Santana e Korey Wise, dos primeiros interrogatórios em 1989 à absolvição em 2002 e o posterior acordo de indenização com a prefeitura de Nova Iorque em 2014.
Um ponto memorável da série é a fala real de Donald Trump acusando, sem provas, os garotos, e pior, pedindo a pena de morte para eles.

When They see Us
Olhos que Condenam – Disponível na Netflix

Meninos não choram

Kimberly Peirce, 2000

Filme baseado em fatos reais que retrata a vida de Brandon Teena, um homem trans que assume corajosamente um relacionamento com mulher numa região repleta de pessoas preconceituosas, numa época em que os direitos LGBTQI+ eram praticamente inexistentes. Seu ato de bravura teve como resultado um desfecho trágico.

Meninos não choram / Boys don't cry
Meninos não choram – Hilary Swank recebeu merecidamente seu primeiro Oscar interpretando Brandon Teena
Disponível na Apple TV

Leia também: Tudo sobre a série POSE – História + curiosidades!

Bem-vindo a Marly-Gomont

Julien Rambaldi, 2016

Comédia tipicamente francesa, onde assuntos sérios são tratados sem meias palavras. No caso aqui, o tema central é o racismo. Seyolo Zantoko é um médico negro que sai do Congo com a sua mulher e filhos em busca de oportunidade de trabalho, eles irão parar num vilarejo francês que nunca teve a presença de pessoas negras. Seyolo e sua família sofrem com o racismo e a ignorância da população local. Filme sensível, engraçado e ao mesmo tempo inspirador. É lindo ver o amor do médico Seyolo por sua família e profissão. História baseada em fatos reais.

Bem-vindo a Marly-Gomont
Bem-vindo a Marly-Gomont – Disponível na Netflix

Leia também: 5 filmes que te ensinam a valorizar mais a vida

Assine A Nossa Newsletter Para Receber Novidades, Dicas & Promoções!

    Você gosta de escrever? Se interessa por filmes, séries, livros e cultura geek? Seja um colaborador Movie Places!! Preencha o nosso formulário de seleção, clique aqui!

    Quer saber um pouco mais sobre a gente? 
    Nos acompanhe nas redes sociais: @movie.places (Instagram)facebook/movieplacesoficial; youtube.com/movieplaces

      Deixe seu Comentário