Home Críticas Newness – relacionamento aberto e suas possíveis armadilhas

Newness – relacionamento aberto e suas possíveis armadilhas

by Jú Miyoshi | @movie.places
Newness - um filme sobre relacionamento aberto e suas possíveis armadilhas

Que no início de um relacionamento quase tudo são flores todo mundo já sabe, mas o que a maioria dos casais não sabem é como lidar com o tédio com o passar dos anos. O que fazer quando o frisson da descoberta passar e o parceiro começar a demonstrar sinais de chatice aliada a manias esquisitas recém descobertas? É exatamente esta a resposta que o casal Martin e Gabi inconscientemente buscam. Confira a seguir a crítica de Newness – um filme sobre relacionamento aberto e suas possíveis armadilhas.

Newness

Dois jovens se conhecem em um aplicativo onde ambos marcam estarem interessados em sexo casual: Matcth! No encontro rola além da química sexual, uma empatia, interesse na vida um do outro e de uma hora para a outra as escovas de dente estão unidas. Você consegue acompanhar todas as fases do casal e fica bem evidente quando o tão temido tédio bate à porta, e agora para onde correr? 


O Tédio chegou. O que fazer?
Newness (Foto: Reprodução)

Relacionamento aberto

Relacionamentos abertos já não são novidades, mesmo assim ainda despertam curiosidade para alguns e preconceito para outros.  Com o desenrolar do filme adivinhem só: nosso casal descamba para o lado da curiosidade e aí começa a experimentação, inicialmente um jogo de sedução para apimentar a relação que vai crescendo e quando eles menos esperam já estão mais fora do próprio relacionamento do que dentro. 

Um ponto interessante do filme é como o conceito de traição é diferente entre os indivíduos da relação. Martin acredita que somente deverá se preocupar quando sua parceira tiver um orgasmo com outro homem, já Gabi se sente traída por seu parceiro não compartilhar seus segredos e dores com ela. Nem é preciso dizer que a armadilha já está pronta, só falta cair.

Veja também: 5 filmes na Netflix sobre a complexidade dos relacionamentos amorosos

O filme conta com cenas tórridas de sexo, interpretações convincentes do trio Nicholas Hoult, Laila Costa e Danny Huston, mas o seu mérito está em nos fazer refletir sobre o quão evoluídos e preparados de fato estamos para considerarmos o relacionamento aberto como uma opção para superarmos o tédio conjugal. Bem, eu já tenho a minha opinião. Assista ao filme disponível na Netflix e tire suas próprias conclusões ; )

Você gosta de escrever? Se interessa por filmes, séries, livros e cultura geek? Seja um colaborador Movie Places!! Preencha o nosso formulário de seleção, clique aqui!

Quer saber um pouco mais sobre a gente? 
Nos acompanhe nas redes sociais: @movie.places (Instagram)facebook/movieplaces; youtube.com/movieplaces

You may also like

2 comments

Diogo Silva Barreto 6 de maio de 2019 - 22:22

Artigo excelente! Só informação de qualidade, meus parabéns ao autor (a), é esse tipo de informação que me leva a ler todos os dias temas como este.

Reply
Jú Miyoshi 7 de maio de 2019 - 13:42

Muito obrigada Diogo pelo feedback, isso é muito importante para quem escreve! 😉

Reply

Leave a Comment