Home Europa Locações de Game Of Thrones na Irlanda do Norte – Parte 1

Locações de Game Of Thrones na Irlanda do Norte – Parte 1

by Jú Miyoshi | @movie.places

O início de tudo – virando fã da série

Comecei a assistir a série 4 anos após a sua estreia. Em 2015 ela já era uma febre mundial e eu estava lutando bravamente para não ser “contaminada”, mas não adiantou…em uma noite, assim como quem não quer nada, Roberto colocou um episódio e disse: “ _se você não gostar eu tiro e a gente vê outra coisa.” Claro que não assistimos outra coisa nem naquele dia, nem no outro, nem nos próximos meses. Fizemos uma maratona insana das quatro primeiras temporadas e depois que assistimos a todas e não nos restou nenhum episódio para assistir, tudo perdeu o sentido, afinal é assim que a gente se sente quando tem que esperar a estreia da nova temporada de nossa série preferida. Em 2018 depois de “remaratonar” (acho que acabo de criar este termo) todas as 7 temporadas e inconformados com a estreia da última temporada somente em 2019, decidimos fazer as malas e partir para ação: íamos conhecer os locais de filmagens da série ao redor do mundo e a primeira parada seria a Irlanda do Norte.

Game of Thrones 1ª temporada

GOT / HBO (Foto: Reprodução) 

The North Remembers

Esta frase não poderia ser mais apropriada para descrever o sentimento da Irlanda do Norte para com a série Game of Thrones. O norte de fato se lembra… há um orgulho nacional ao falar da série, afinal ela alavancou a economia local, tirou alguns cidadãos do ostracismo da aposentadoria, os transformando em guias turísticos especializados em GOT – sim, na Irlanda do Norte muito idosos assistem a série e inclusive nos passeios que exigem menos esforços físicos é possível ver vários senhores e senhoras tirando fotos super empolgados. Fora isso, o principal estúdio de gravação fica em Belfast. Não há como o Norte não se lembrar.

O Planejamento da viagem

Fazer uma viagem em busca de filmlocations pode parecer simples, mas não é, acredite em mim. Se você quiser ter um material de qualidade para transmitir a outros fãs do filme/série o trabalho será dobrado. Rever as cenas, estudar os pontos de filmagem e traçar o melhor roteiro são tarefas básicas. No entanto, todo o trabalho é gratificante, pois não há como descrever a emoção por estar no local onde foi filmada uma cena importante, onde sua personagem preferida falou aquele texto que você ama.

Especificamente na Irlanda do Norte, utilizamos uma aplicativo desenvolvido por algum fã mais maluco que a gente que mostra exatamente os locais de praticamente todas as cenas externas referentes ao Norte (primeira temporada). O Game Of Thrones Filming Locations – Northern Ireland nos ajudou principalmente quando nossa memória nos traía, era ótimo ter aquela cola ali disponível. Além disso, tivemos a ajuda de um anjo na forma de guia, a Frances (Glenara Elite Travel). Como ficamos receosos em dirigir na mão inglesa, contratamos os serviços dela, por fim, ela conhecia muito bem a série e nos levou a pontos que não estavam em nosso roteiro.

Aplicativo Game of Thrones
GOT Filming Locations – aplicativo para Iphone e Android.

Não há vôos diretos partindo do Brasil para a Irlanda do Norte. Voamos com destino a Londres, onde pegamos um vôo para Dublin e no aeroporto pegamos um ônibus para Belfast. Entre escalas e conexões, a viagem durou cerca de 24 horas.

Belfast e um pouquinho de história

Quando decidimos fazer o roteiro de Game Of Thrones para a Irlanda do Norte já sabíamos de antemão que o melhor local para se basear seria Belfast, não só por ser a capital e também a maior cidade, mas porquê a maioria dos passeios a tem como ponto de partida. Chegamos na primavera, mas a temperatura estava bem baixa e enfrentamos um frio que para nós mais parecida de inverno. Tínhamos uma pequena noção que por estar no Reino Unido, dificilmente enfrentaríamos dias muito quentes nesta época do ano, mas nada nos preparou para o clima que encontramos, infelizmente levamos poucas roupas de frio e em quase todas as fotos saímos com os mesmos modelitos.

Como nosso foco sempre foi conhecer os locais de gravações de Game Of Thrones, não reservamos um tempo para conhecer bem a cidade, deixamos de lado atrações quase que imperdíveis como por exemplo, o museu do Titanic, afinal foi em Belfast que o navio mais famoso do mundo foi construído pela companhia Britânica White Star Line. O ônibus de um dos passeios passou bem em frente ao museu e ficamos com uma vontade imensa de entrar; tínhamos que manter o foco, mas a tarefa era difícil, pois os estúdios onde são gravadas a maioria das cenas da série fica bem ao lado. Dias depois vimos um vídeo da Emilia Clarke no pátio do mesmo estúdio, que por sinal viralizou e ficamos pensando se ela poderia estar gravando no momento em que passamos bem ali em frente…

Emilia Clarke gravando a campanha para dois fãs felizardos conhecerem o set de filmagem.

Devaneios a parte, também sentimos falta de explorar os pontos históricos da cidade, além do cinema, temos uma outra paixão: história. A Irlanda do Norte infelizmente é um país dividido devido suas diferenças políticas e religiosas, pode parecer algo impensável para o ocidente em pleno século XXI, mas em Belfast há muros que separam protestantes, que apoiam a permanência da integração ao Reino Unido, dos católicos, estes nacionalistas e que defendem a separação e união do território local com a Irlanda.

Para entender esta triste disputa é preciso voltar no tempo. A origem das diferenças político-religiosas na Irlanda data do século XII com a dominação inglesa, tornando-se mais acirrada com a Reforma Anglicana imposta pelo Rei Henrique VIII.  Em 1921, a Inglaterra reconheceu a independência de ¾ do território da Irlanda, excluindo, no entanto, a província de Ulster, mais conhecida como Irlanda do Norte.

O século XXI foi marcado por inúmeros embates,  mas felizmente no final da década de 1990 depois de longos meses de negociação, em 11/04/1998 um acordo de paz foi firmado pondo fim aos conflitos armados, entretanto, as diferenças  politico-religiosas ainda são um assunto polêmico.


Em 2013 uma passeata que marcava a vitória do rei protestante Guilherme III em 1690 sobre o católico Jaime II terminou com um confronto com a polícia que evitava o avanço para um bairro católico em Belfast.

Foto: Cathal Mcnaughton/Reuters

Onde se hospedar

Recomendamos que você se hospede da forma mais central possível, afinal como já mencionei, o ponto de partida para os passeios em sua maioria são marcados no centro de Belfast. Como íamos chegar muito tarde e consequentemente muito cansados, optamos por um hotel com recepção 24 horas para não termos nenhum stress. Nós prezamos muito por conforto e qualidade e o hotel Fitz William nos atendeu muitíssimo bem. O hotel fica localizado a uma quadra do ponto de ônibus, portanto você já economiza no táxi e se você lembrar que o valor é em libra este já é um excelente motivo para ficar pelas redondezas…

A decoração do hotel é minimalista e muito elegante. Os quartos são amplos, muito confortáveis e o café da manhã e excelente, há opções de estadia com ou sem o famoso breakfast.

Passeios – Locais de gravações de GOT

Então vamos ao que realmente interessa, os pontos de gravações e as paisagens de tirar o fôlego!

  • Kingsroad = The Dark Hedges – Ballymoney

The Dark Hedges, ou a Estrada do Rei como ficou conhecida na série, é uma estrada localizada no vilarejo bucólico de Ballymoney que fica a 77 km do centro de Belfast. O charme fica por conta do encontro das copas das árvores, formando um belíssimo corredor.

Kingsroad na vida real.

O segundo episódio da primeira temporada leva o nome desta estrada, mas a cena mais famosa neste local acontece no primeiro episódio da segunda temporada, quando Arya foge de Kingsland disfarçada de menino numa carroça.

Kingsroad – 1º episódio da 2ª temporada.

GOT / HBO (Foto: Reprodução)
Nossa querida claquete permanece pelas terras de GOT, afinal a esquecemos no carro da guia.
Ovelhinha além de viajada é fã de GOT.
  • Dragonstone  = Mussenden Temple

Quando pensamos no norte que aparece na primeira temporada da série, obrigatoriamente pensamos na Irlanda do Norte, entretanto, a Dragonstone que começamos a ver a partir da sétima temporada não foi filmada no Reino Unido, o atual lar da mãe dos dragões atualmente fica na Espanha, mas precisamente na praia de Itzurun em Zumaia.

Mussenden Temple fica localizado no condado de Londonderry, no noroeste da Irlanda do Norte. O edifício do ano de 1785 fica a beira de um penhasco e tem vista para o oceano atlântico. A construção foi inspirada no Templo da Vesta que fica no Fórum Romano, projetado para ser uma biblioteca. Antes mesmo da série ir para o ar já era um dos pontos turísticos mais visitados do país, isso devido a fantástica paisagem que o cerca.

Mussenden Temple ao fundo.
Mussenden Temple – projeto inspirado na arquitetura romana.

Ao nos aproximarmos da encosta é possível ver a praia de Downhill Strand que também serviu de locação para a série.  No primeiro episódio da segunda temporada, Melisandre  para variar, queima algumas pessoas nesta praia, claro com o apoio do Stannis.

Vista para a praia de Downhill Strand.

GOT / HBO (Foto: Reprodução)

  • Praia de Dorne = Porstewart Strand

No quarto episódio da quinta temporada James e Bronn aportam nesta praia, fazem um lanchinho, (comem uma cobra, eca) e depois são descobertos pelos soldados da casa Martell. Eles lutam e levam a melhor, além disso, James descobre que sua mão de ferro é bem útil.


GOT / HBO (Foto: Reprodução)
Com a extensa faixa de areia, é possível estacionar o carro na praia.

Pausa para o almoço

Se você assim como nós, está indo sem conhecer absolutamente nada, iremos lhe dar uma dica de onde almoçar pagando um preço justo e com a vantagem de já ser bem pertinho de um dos locais que serviram de inspiração para as Ilhas de Ferro. O Wee Cottage tem um clima de casa de vó, onde do forno parece que está sempre prestes a sair algo bem delicioso. Como estava frio tomamos uma sopa de tomate e de sobremesa uma torta de maçã, tudo estava uma delícia, confirmando o que eu suspeitei desde o momento em que abri a porta!

Ao fundo da propriedade é possível avistar ovelhas pastando calmamente. Nós que adoramos ovelhas ficamos encantados.

Wee Cottage – clima de casa de vó!

  • Ilhas de Ferro = Dunluce Castle 

Considerado como uma das mais amplas ruínas de castelos medievais da Irlanda do Norte, o castelo de Dunluce fica localizado no condado de Antrim a 94 km de Belfast. Serviu de inspiração para as Ilhas de Ferro, lar dos Greyjoy.

Iron Islands – toque final da computação gráfica.

GOT / HBO (Foto: Reprodução)
Pyke, ou melhor, Dunluce Castle ao fundo.
  • Iron Islands = Ballintoy Harbour

Ainda falando nos Greyjoy, também visitamos o local onde uma importante cena da segunda temporada foi gravada, quando Theon retorna ao seu lar a pedido de Robb, mas é convencido a desfazer a aliança com o norte e mais tarde comete uma das maiores traições da série, toma Winterfell. Esse é um personagem que teve várias oscilações de personalidade ao longo da série, uma hora é mau, outra hora é bom, outras covarde…em Ballintoy colocaram até uma plaquinha em sua homenagem, sinceramente não sei se está merecendo.

  • Pyke =  Carrick-a-rede Rope Bridge

E por falar em traição, essa é uma família que entende muito bem do assunto. Na sexta temporada Euron Greyjoy mata seu irmão Bailon, o empurrando de uma ponte. Quem tem um irmão deste precisa de inimigo? Tudo bem que o velho era um osso duro de roer, but…O castelo em torno não existe, trata – se de computação gráfica.

Ao fundo, a famosa ponte Carrick-a-rede Rope Bridge.
Pareço serena, mas na verdade estava tensa por ter que atravessar essa ponte.

GOT / HBO (Foto: Reprodução)
  • The Stormlands = Larrybane

Eu sinceramente acredito que nesta família o único membro digno de respeito é a Yara, e foi nesta praia que ela resolve reivindicar o trono das ilhas de ferro com o apoio do seu irmão Theon e quando tudo parecia estar ao seu favor aparece seu tio e com um discurso machista convence a todos que ele é a melhor opção. No sexto episódio da quinta temporada ele é nomeado o rei sob um ritual tradicional dos homens da ilha de ferro. Yara e Theon que não são bestas e não querem o mesmo destino do pai pegam uns barcos e se mandam!

Nada de coroação, nas Ilhas de Ferro você tem que provar que é capaz através de seus pulmões, afinal, o novo rei deverá resistir a um “afogamento”.

GOT / HBO (Foto: Reprodução)

Yara bem que merecia ser a rainha das Ilhas de Ferro, mas ficou só na vontade…

GOT / HBO (Foto: Reprodução)
  • Cushendun Caves​ = Caverna da Melissandre

Já estava anoitecendo quando chegamos a um dos locais  onde foi filmada uma das cenas mais sinistras de GOT, onde a Melisandre deu à luz a uma sombra (?), ficou meio esquisita essa frase, mas é isso mesmo, ela colocou aquela coisa no mundo e vindo dela não poderia ser algo bom (exceto ressuscitar o Jon Snow).

Mudando de assunto, me diga que não estou louca e que você também vê um gato na fenda desta caverna…rs

Trono de “Ferro”

Fazer o roteiro de Game of Thrones e não ver nem um mísero trono para tirar fotos não tem graça. Então, daremos uma dica de onde encontrar um exemplar e garantir a sonhada foto. O original, usado na série está na Croácia, mas precisamente em Dubrovnik, mas para quem é fã, uma foto numa réplica mesmo sem ser de ferro já está valendo!

Roberto se sentindo poderoso!

O restaurante e Guesthouse The Fullerton Arms é uma ótima opção para quem decide fazer a viagem por conta própria de carro. Além da comida que é excelente, eles tem um ambiente todo decorado em homenagem a série e é nele que fica o trono, onde você poderá se sentar e sentir um pouco do gostinho que deve ser dominar os 7 reinos.

Adivinhem a nossa casa preferida?!
Frances, mais que uma guia, um anjo!

Gostou do nosso post? Ficou com gostinho de quero mais? Click aqui para ver a continuação e assista abaixo ao nosso vídeo para acompanhar as nossas aventuras pelos locais de gravações da melhor série de todos os tempos! Abaixo o nosso vídeo aprontando por lá…rsrs

Se você gosta de roteiros que abordam locais de filmes, recomendo que leia este post sobre uma viagem incrível que o portal Eu & a Telona fez para a Escandinávia!

Quer saber um pouco mais sobre a gente? 
Nos acompanhe nas redes sociais: @movie.places (Instagram)facebook/movieplacesoficial;
 youtube.com/movieplaces

You may also like

Leave a Comment