Seja um colaborador Movie Places

Movie & Book Reviews

5 filmes sobre HIV/AIDS + Minha história

8 de junho de 2019

Em pleno carnaval decidi fazer um post no Instagram sobre o tema HIV/AIDS. Por anos evitei falar abertamente sobre assunto, por se tratar de um capítulo muito doloroso da minha vida, no qual somente amigos mais íntimos tinham conhecimento. Eu vivi por 10 anos um relacionamento sorodiscordante e pela primeira vez falei a respeito nas minhas redes sociais. Neste tipo de relacionamento, um tem HIV e o outro não. No meu caso, o meu ex-parceiro tinha.

Post no Instagram sobre conscientização do uso de preservativo durante todo o ano e não somente no Carnaval.
Nosso Post do Instagram.

Apesar de interessante, a ideia não é original. Há alguns anos a ONG GIV – (Grupo de Incentivo a Vida), juntamente com o Ministério da Saúde, fizeram uma campanha sobre um cartaz soropositivo. Eu achei simplesmente genial e foi assim que surgiu um dos posts mais curtidos e comentados de nosso Instagram. Depois dele diversas pessoas começaram a nos seguir, mas algo preocupante aconteceu: recebemos muitas mensagens de pessoas que acabaram de descobrir que foram contaminadas, jovens com menos de 20 anos, quase todos gays do sexo masculino. Desde então me comprometi em falar mais sobre o assunto tanto para ajudar essas pessoas que infelizmente muitas das vezes não contam com o apoio de familiares, quanto para conscientizar aqueles que são leigos e que por ignorância ainda nutrem algum tipo de preconceito sobre o assunto. Para começarmos a mudar este cenário, irei indicar 5 filmes sobre HIV/AIDS. A intenção desta lista é ajudar na prevenção da contaminação e desmistificar alguns conceitos.

HIV X AIDS

Antes de entrarmos na lista é muito importante já definirmos a diferença entre HIV e AIDS. As pessoas fazem muita confusão e tratam como se fosse tudo a mesma coisa. HIV é o Vírus da Imunodeficiência Humana e AIDS é a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, causada pelo HIV. Quem tem AIDS é portador do vírus HIV, mas nem todo portador desenvolve AIDS, porque para desenvolvê-la a pessoa deverá estar com a imunidade baixa, com uma alta taxa de cópias do vírus, aí sim são criadas as condições “perfeitas” para o surgimento de doenças oportunistas, caracterizando a AIDS, que pode levar a pessoa a óbito.

Atualmente muitos portadores do HIV sequer transmitem a doença numa relação sexual sem preservativo. Sabe o porquê? Porque estas pessoas estão com a carga viral indetectável.

Apesar do post ser sobre filmes, vou dar uma dica de série, a original Netflix Elite trata do assunto, nela a personagem Marina de apenas 16 anos é portadora do vírus, mas não transmite, porque sua carga viral está tão baixa que o exame não consegue detectar e ela só conseguiu isso graças ao tratamento, dificilmente alguém manterá a carga viral indetectável sem o uso dos antirretrovirais (coquetel).

Série Elite - a personagem Marina tem HIV, mas não transmite o vírus.
Série Elite – a personagem Marina tem HIV, mas não transmite o vírus.

Netflix (Foto: Reprodução).

Filmes

Boa Sorte
(Carolina Jabor, 2014).

Vou começar a lista por um filme nacional que gosto muito e que tem Deborah Secco como atriz principal. No filme ela interpreta Judite, uma jovem soropositiva que vive numa instituição psiquiátrica por de ter uns “probleminhas” comportamentais. Lá ela conhece João (João Pedro Zappa), recém chegado e internado devido sua depressão. Juntos com eles vivenciam pequenas aventuras num universo particular. Uma das cenas que mais gosto é quando ela sai cantando pelos corredores Talk to me de Peaches.

Eu particularmente gosto muito deste filme porque ele aborda o relacionamento sorodiscordante na juventude. Infelizmente muitos jovens ainda são contaminados por acreditarem que a AIDS é uma doença do passado e ter HIV não é alo tão ruim assim. Claro que a medicina avançou muito, mas a conscientização ainda é o melhor caminho.

5 filmes sobre HIV/AIDS. Boa sorte é um filme nacional de 2014 que aborda o relacionamento sorodiscordante.
Boa Sorte – Ótimo filme nacional que aborda o relacionamento sorodiscordante.

Imagem Filmes (Foto: Reprodução).

KIDS
(Larry Clark, 1995).

Esse foi o primeiro filme que vi que abordava a contaminação por HIV na adolescência. Quando assisti também era adolescente, mas foi alguns anos depois do lançamento, e mesmo assim fiquei chocada com a forma banal e irresponsável que aqueles garotos lidavam com o sexo. Esse filme é um clássico da década de 90 e mostra a rotina conturbada de jovens pelas ruas de NY, usando drogas e fazendo sexo casual totalmente desprotegido. Obviamente não tem como ter um Happy Endding com ingredientes como esses…

5 filmes sobre HIV/AIDS. O filme KIDS é um clássico da década de 90 que abordou contaminação por HIV na adolescência.
KIDS – Um clássico da década de 90 que abordou contaminação por HIV na adolescência.
Por ter uma linguagem tão clara foi proibido em mais de 47 países.

Shining Excalibur Films (Foto: Reprodução).

Cube de Compras em Dallas
Jean-Marc Vallée (2014).

Você que acha que hoje em dia é molezinha ter HIV, afinal os medicamentos são fornecidos pelo governo? Saiba que nem sempre foi assim… Medicamentos eficientes demoraram anos para serem desenvolvidos e ter acesso a eles era algo muito difícil. Clube de Compras em Dallas mostra bem as dificuldades desta época. Os atores Matthew McConaughey e Jared Leto sofreram uma grande mudança para interpretarem os papeis principais, eles inclusive ganharam o Oscar (Melhor a ator e melhor ator coadjuvante respectivamente).

5 filmes sobre HIV/AIDS. O filme Clube de Compras Dallas mostra as dificuldades de conseguir o tratamento contra a AIDS. Matthew McConaughey ganhou o Oscar de melhor ator por interpretar Ron Woodroof no cinema.
Clube de Compras Dallas – Matthew McConaughey ganhou o Oscar de melhor ator por interpretar Ron Woodroof no cinema. Oscar merecido!

Focus Features (Foto: Reprodução).

Cazuza – O tempo não para
(Sandra Werneck, Walter Carvalho, 2004).

Não há como falar de HIV/AIDS no Brasil sem falar do Cazuza. Infelizmente ele se tornou um símbolo de luta contra a doença num momento crítico, onde pouco se sabia a respeito. Em contrapartida, com a falta de conhecimento o campo ficou aberto para o florescimento de todo tipo de preconceito. Como grande fã do cantor, eu não poderia deixar de colocar este filme na lista, além disso, Daniel de Oliveira ficou fantástico no papel de Cazuza.

Cazuza – O tempo não para – Daniel de Oliveira nos emociona no papel de Cazuza.

Columbia-TriStar Pictures (Foto: Reprodução).

Filadélfia
(Jonathan Demme, 1993).

Antes de todos os filmes citados nesta lista existiu Filadélfia. Me faltam palavras para definir o quão maravilhoso é este filme. Vamos começar pelo elenco: Tom Hanks (levou o Oscar de melhor ator pela papel), Denzel Washington e Antonio Banderas. Fora o elenco de peso, esse foi o primeiro filme de Hollywood a retratar os temas HIV/AIDS, homossexualidade e homofobia (tudo num mesmo filme), se hoje ainda são temas difíceis imaginem no inicio da década de 1990…

5 filmes sobre HIV/AIDS. O filme Filadélfia  foi o primeiro filme de Hollywood a retratar os temas HIV/AIDS, homossexualidade e homofobia (tudo num mesmo filme).
Filadélfia – Eu amo um filme!! Sério, esse é um dos meu filmes preferidos na vida!

Estes filmes são os meus preferidos que tratam sobre o assunto, mas há outros muito bons que também abordam o tema, vou deixar de bônus aqui para vocês.

  • Preciosa (2009);
  • As Horas (2002);
  • A Cura (1995);
  • Tudo sobre minha mãe (1999);
  • Gia – Fama e destruição (1998);
  • Carandiru (2003);
  • O Jardineiro Fiel (2005);
  • Bohemian Rhapsody (2018);

Você que acabou de descobrir que tem HIV por favor não veja os filmes indicados e pense que eles refletem a atual realidade, a medicina evoluiu muito ao longo dos anos e hoje uma pessoa soropositiva pode viver com qualidade.

Assista trechos dos filmes no vídeo que fiz para o nosso canal no Youtube.
Se curtir, deixe seu like e inscreva-se ; )

O intuito deste vídeo é alertar que a conscientização sempre será a melhor forma de prevenção e que o preconceito deve ser banido do nosso dia-a-dia, por essa razão decidi falar sobre o meu relacionamento de 10 anos com uma pessoa soropositiva.

Quer saber um pouco mais sobre a gente? 
Nos acompanhe nas redes sociais: @movie.places (Instagram)facebook/movieplacesoficial; youtube.com/movieplaces

    Deixe seu Comentário